21 de janeiro de 2014 às 07h55min - Por Mário Flávio

20140121-063717.jpg

O presidente do Poder Legislativo, vereador Leonardo Chaves (PSD), confirmou para essa terça-feira (21), às 20 horas, Reunião Pública Extraordinária para análise e deliberação da recomendação ministerial referente à anulação da votação do BRT e duas questões ligadas aos servidores da Câmara – atualização de defasagem de dois anos dos proventos e regulamentação para determinação funcional de auxílio-alimentação. Sobre o BRT existem algumas dúvidas, já que a justiça determinou a anulação da votação, mas o presidente da Casa disse que a decisão cabe ao plenário. “Não vou tomar essas decisão sozinho, os vereadores irão decidir sobre essa votação”, disse.

Até o fim da semana outra sessão pode ser marcada para votar a adequação do novo salário mínimo. “Existe a expectativa da convocação de outra Reunião Extraordinária – estamos aguardando o envio pelo chefe do Executivo do projeto da adequação do novo salário mínimo para os servidores públicos”, comentou o presidente Leonardo Chaves.

A Casa aguarda a notificação da justiça para saber se os vereadores investigados pela Operação Ponto Final irão reassumir os cargos. Até o fechamento dessa postagem, os vereadores em exercício seguem na condição de votar.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro