18 de novembro de 2014 às 07h15min - Por Mário Flávio

A UFRPE realiza de 24 a 27 de novembro de 2014, o 18º Encontro da Rede Feminista Norte e Nordeste (Redor), que lança o tema Perspectivas feministas de gênero – desafios no campo das militâncias e das práticas. Mil participantes, entre professores, especialistas, estudantes e representantes das secretarias estaduais das Mulheres discutem o assunto. O evento foi organizado pelo Núcleo de Pesquisa Ação Mulher e Ciência (NPAMC/UFRPE), Núcleo de Família, Gênero e Sexualidade (FAGES/UFPE), Instituto Papai e FUNDAJ.

Conferencistas, Palestrantes e Coordenadoras de Grupos de Trabalho, somam quase 40 docentes e pesquisadoras especialmente do Norte e Nordeste, além da contribuição de 04 representantes de Portugal e Espanha.

Coordenadora geral do evento, a doutora em Sociologia, Rosário Andrade, acredita que as relações de poder, estabelecidas desde o nascimento, se colocam como grande desafio do feminismo. A estudiosa comenta ainda sobre a falta de conhecimento a respeito do movimento e os estigmas criados a partir do preconceito e da influência das redes sociais neste cenário. O evento contará com palestras, exposição de livros, conferências, minicurso e oficinas. Durante o 25 de novembro, o dia internacional de combate à violência contra a mulher, serão enfatizados os temas relacionados a Igualdade de Gênero e Violência.

A Rede Feminista Norte e Nordeste de Estudos e Pesquisa sobre a Mulher e Relações Gênero (Redor) foi criada em setembro de 1992 com o objetivo de congregar, articular e desenvolver os estudos sobre a mulher e relações de gênero no Norte e Nordeste brasileiro. Agrupa mais de 30 Núcleos e Grupos de Estudos vinculados às Instituições de Ensino Superior e de Pesquisa das duas regiões.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro