12 de abril de 2014 às 11h55min - Por Mário Flávio

20140412-115556.jpg

A deputada estadual Raquel Lyra (PSB) ainda não bateu o martelo sobre com quem vai dobrar para deputado federal em Caruaru. O primeiro nome da lista seria o de Wolney Queiroz (PDT), mas vários fatores pesam para que isso ocorra. A primeira questão é o apoio do PDT para o governo de Pernambuco. Pelo andar da carruagem o partido deve mesmo fechar com Armando Monteiro e isso inviabilizaria a aliança, já que a unidade não existe mais aqui na cidade. Caso o PDT fique no palanque socialista a situação da dobradinha facilita.

A vereadora Marília Arraes (PSB) seria outro nome a ser analisado. Ela tem praticamente a mesma idade de Raquel e seria da cota pessoal do ex-governador Eduardo Campos (PSB). Um outro candidato socialista pode pintar, mas tudo vai depender da conjuntura política. Uma terceira hipótese ventilada na imprensa seria um pedido de voto para Mendonça Filho (DEM). Mas para Caruaru essa situação está descartada. O apoio seria para Raquel em Belo Jardim e não na Capital do Agreste. Nas próximas semana a situação dela deve ser informada e o mistério vai terminar.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro