22 de maio de 2013 às 08h25min - Por Mário Flávio

Ranilson criticou Aparecida Souza

Ranilson criticou Aparecida Souza

A insatisfação com os serviços de saúde em Caruaru não é apenas dos médicos do Simepe. Na reunião ordinária da noite passada (21) o vereador governista Ranilson Enfermeiro (PTB) voltou a usar à Tribuna para tecer críticas. Ele começou a analisar a situação do Hospital Regional do Agreste, pois o vereador Jajá (MD) reclamou de alguns serviços na maior emergência do interior de Pernambuco. “Vejo o vereador Jajá falar do Hospital Regional, imaginem quem trata de saúde por 24 horas. Desafio a qualquer vereador que se preocupe mais com esse tema que eu. Faltam medicamentos e humanidade, sem falar em outras questões, mas isso não é nenhuma novidade. Quantas vezes eu usei essa Tribuna para denunciar o descaso ali. Existem pessoas incompetentes que são protegidas ali”, desabafou.

As críticas se estenderam a secretária de Saúde de Caruaru, Aparecida Souza. “Estou cobrando sempre a situação da saúde em Caruaru. Pedi um requerimento solicitando a construção de uma policlínica para o Alto do Moura e recebi a resposta dela dizendo que não tinha condições de construir porque o Alto do Moura é pequeno, mas ela está equivocada, já que era para os diversos locais daquelas comunidades. Eu não admito uma cidade como Caruaru está com mais de sete meses sem a realização de uma cirurgia eletiva”, disse.

O trabalhista disse ainda que espera ouvir a secretária numa audiência pública a ser realizada na Câmara. “Gostaria que no dia 28 de maio a secretária de saúde possa esclarecer a situação. O São João está aí e como vamos atender aos turistas? Fui eleito pelo povo para defender o povo e quando chegamos nas unidades de saúde as pessoas olham para a gente com cara feia, isso é uma desmoralização para os vereadores, mas no ano que vem a gente vai ser valorizado por causa da eleição. Existe hoje muita falta de vontade”, criticou.

O edil negou que o discurso seja de oposição. “A questão não é um discurso de oposição, mas temos que alertar ao prefeito, as pessoas que votaram em mim estão sofrendo. Tenho 28 anos de saúde e nunca vi um tempo desses sem cirurgia eletiva, isso é um absurdo, existem muitos erros na secretaria. O Alto do Moura está aí nos cartazes, mas vá lá olhar a realidade, o pessoal já parou de me cobrar, porque sabem que não sou Executivo”, finalizou.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro