26 de abril de 2017 às 07h29min - Por Mário Flávio

professores

Foi aprovado por unanimidade na Câmara de Caruaru na noite de ontem o projeto de Lei que de acordo com a prefeitura de Caruaru, atende a maior parte da categoria dos professores com o pagamento do piso.

Segundo a gestão municipal, neste mês também será pago 1/3 de férias a professores que não receberam no ano passado, totalizando mais de R$ 1 milhão. Além disso, foi criada uma Mesa Permanente de Negociação para diálogo com a categoria.
Por meio de nota, enviada pela secretaria de Administração, a prefeitura de Caruaru vem dando demonstrações de que vai continuar o diálogo de maneira transparente e aberta com todos os servidores municipais e trabalhar ao lado dos professores, dos alunos, e dos pais, para garantir uma educação de qualidade para as crianças e os jovens caruaruenses.

A nota diz ainda que é prioridade da gestão municipal garantir o cumprimento do ano letivo e a valorização dos professores. Uma reunião antes da votação na Câmara foi realizada e contou com a participação de representantes da gestão municipal e os dois sindicatos que representam a categoria.

O representante do Sinteduc, Fred Santiago, disse que o projeto enviado à Câmara não atende as necessidades de todos professores. Segundo ele, o argumento do executivo para não dar o reajuste a todos os trabalhadores em educação não procede, pois a Lei de Responsabilidade Fiscal não é impedimento para o cumprimento integral da lei do piso salarial.
Segundo ele, a atual gestão utiliza a mesma pratica do governo passado e não valoriza os professores.

Já o presidente do Sismuc, Eduardo Mendonça, disse que a prefeitura, conhecendo bem a lei municipal que criou distorções na carreira dos professores, cria mais uma distorção, a categoria de professor sem repasse.

Segundo ele, hoje o município tem professores contratados temporariamente, professor 1 antes do PCC, professor 1 depois do PCC, professor 2 antes do PCC, professor 2 depois do PCC e agora criou o professor de salário congelado. Entramos para o quarto ano, com quase 40% dos professores com salários congelados, criticou.

E hoje tem mais uma parada da educação. Ontem o Sismuc informou que a adesão foi boa, mas a prefeitura de Caruaru garante que 127 das 137 escolas da rede municipal de ensino funcionaram normalmente nesta terça-feira (25), com os mais de dois mil professores em sala de aula. A Prefeitura comunica aos pais e responsáveis que está adotando as medidas necessárias para que as aulas permaneçam acontecendo normalmente, sem prejuízo para os alunos, e convoca todos a estarem juntos neste propósito.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro