5 de junho de 2018 às 17h48min - Por Mário Flávio

Nesta terça-feira (05/06), o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, acompanhado de fiscais do Procon/PE, fiscalizou postos de combustíveis do Recife, a fim de verificar se os estabelecimentos já estão repassando aos consumidores o reajuste pactuado ao final da paralisação dos caminhoneiros, na última semana.

A diminuição já está prevista na Portaria nº 735, de 1º de junho deste ano, do Diário Oficial da União, e os novos valores deverão se manter congelados pelo prazo de 60 dias. A ação continua amanhã (06/06).

As notas fiscais das compras do combustível realizadas antes e depois da greve foram exigidas pelos profissionais do órgão de defesa do consumidor, assim como a exposição da informação nas bombas. As empresas que comprovarem que ainda estão operando com o produto adquirido antes do protesto, poderão manter os valores antigos até que finalizem o estoque. Entretanto, os que já compraram o óleo diesel com o novo valor, devem repassar o desconto imediatamente para a população.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro