16 de outubro de 2012 às 14h54min - Por Mário Flávio

20121016-145405.jpg

Com pouco mais de 1300 votos o vereador eleito Jajá (PPS) já entrou para a história de Caruaru. Ele se tornou o primeiro gay eleito para assumir uma vaga na Casa Jornalista José Carlos Florêncio. Além de entrar para a história, o vereador promete ser a sensação no momento da posse, em primeiro de janeiro de 2013.

Ele garante que o terno a ser usado na diplomação vai causar. “Ainda não sei direito qual a cor, mas vou encomendar um terno rosa ou lilás. Assim pretendo fazer uma homenagem aos gays de Caruaru. A minha intenção não é só chamar atenção, mas entrar pra valer na política. O meu gabinete também será com as cores da bandeira gay”, pontua.

Mesmo sem ter identificação com o movimento LGBT, Jajá disse que vai lutar pelas causas dos homossexuais. Sobre a possibilidade de mudar para o lado governista, ele foi enfático. “Não vou mudar de lado. Fui eleito pela oposição e vou ficar na oposição. Espero contar com o apoio de todos para fazer um grande mandato na Câmara Municipal e com isso tenho a certeza que a experiência de Tony Gel, Miriam Lacerda e Diogo Cantarelli será essencial”, pontuou.

Sobre as denúncias de que estaria envolvido com negociação de carros com placa fria, ele disse que existe perseguição política. “Não entendo essas acusações, mas a justiça será feita. Mas não sabia que existia esse tipo de coisa na política”, explana. Na próxima quinta-feira o vereador eleito será o entrevistado do Programa Conteúdo, a partir de 12h na Caruaru FM.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro