25 de janeiro de 2013 às 13h25min - Por Mário Flávio

A Prefeitura de Caruaru, por meio da Secretaria de Saúde deu início a “força-tarefa” em combate às muriçocas. Estão sendo realizadas limpezas no rio e córregos, intensificação no combate as baronesas, além de alargamento do leito do rio, desobstrução de barreiras e aplicação de larvicida. São 34 agentes de endemias estão envolvidos na ação.

A primeira localidade assistida é o trecho do Rio Ipojuca, localizado nas proximidades do Terminal Leste, até o Comércio Futebol Clube. O Departamento de Controle de Vetores e Vigilância Ambiental fará semanalmente uma programação para atender as localidades mais necessitadas.

Para o diretor do Departamento de Controle de Vetores e Vigilância Ambiental, Sandro David de Melo, as muriçocas possuem aspectos que dificultam o seu controle. “As muriçocas, também conhecidas como pernilongos têm características bem peculiares. Elas conseguem procriar em água limpa e suja, e isso dificulta o nosso trabalho. As pessoas ainda não entenderam que jogar lixo no rio e nos córregos é um prato cheio para a proliferação”.

Já Ednilson Patriota, coordenador do Controle do Culex, lembra do importante papel que a população tem no combate. “Nós técnicos não conseguimos amenizar essa situação sozinhos. A população tem um papel importantíssimo na luta. Não jogar lixo e entulhos na rua e no rio são atitudes simples, que evitam a proliferação do inseto. Orientar vizinhos, colegas e familiares também contribui bastante para um resultado positivo,” completa.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro