7 de fevereiro de 2014 às 10h33min - Por Mário Flávio

Em relação aos Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis), a Prefeitura de Caruaru informa que ainda não recebeu o documento do Ministério Público e está tomando providências para diminuir o déficit em relação às vagas entre crianças de 0 a 4 anos de idade, tais como:

1- Parceria com o curso de Administração Pública da Asces para realização do estudo de demanda a partir da ferramenta de georreferenciamento. O estudo foi apresentado na última quarta, 5, com indicações das localidades com maior necessidade de implantação de creches.

2- O município aderiu à Ata de Registro de Preços Nacional do Ministério da Educação (MEC) para construção de novos Cmeis. Nessa nova modalidade, o MEC se responsabiliza pela construção, já que o contrato é realizado com construtoras de grande porte e a previsão de entrega é de seis meses, a partir do início das aulas.

3- A previsão é que ainda neste primeiro semestre tenha início a construção de quatro novas creches – uma na Nova Caruaru, outra na Vila Andorinha, outra no Jardim Panorama e uma na zona rural, no distrito de Peladas. Cada Cmei comporta, em média, 120 crianças.

4- Os Cmeis do São João da Escócia e do José Carlos de Oliveira estão com as obras paradas devido a problemas com a construtora contratada. A empresa enfrenta dificuldades e a Prefeitura está providenciando a suspensão do contrato. Infelizmente, terá que iniciar um novo processo licitatório para que os serviços sejam concluídos.

5- Atualmente, Caruaru conta com 13 creches que atendem cerca de 1.500 mil crianças. A atual gestão foi pioneira na instalação desses equipamentos tanto na zona urbana como na zona rural.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro