26 de janeiro de 2021 às 18h45min - Por Mário Flávio

Nota de esclarecimento

A Prefeitura de Garanhuns, através da Procuradoria Geral do Município, vem esclarecer à população, que em nenhum momento foi dado aumento de salário a prefeito, vice-prefeito, secretários ou qualquer outro servidor, diferente do que vem sendo propagado por alguns meios de comunicação que buscam somente a acusação sem fundamentação.

A atual gestão realmente revogou parte do Decreto Municipal N° 025/2020, no que trata dos pagamentos de salários de prefeito, vice-prefeito e secretários, no entanto, no sentido de corrigir o erro da gestão anterior que deveria tê-lo feito em julho de 2020, quando voltou a pagar de forma integral os vencimentos destes cargos comissionados. Portanto, aquela gestão pagou de forma irregular, por seis meses, de julho a dezembro, já que o decreto que reduzia em 30% seus vencimentos não havia sido revogado.

A Procuradoria Municipal, ao identificar a ilegalidade, levou ao conhecimento do prefeito para que este não incorresse em improbidade administrativa, como pode ocorrer com aqueles da gestão que findou em 31 de dezembro.

A atual gestão municipal zela pelo erário e pela legalidade. Assim, sem haver qualquer aumento de salário, que continuam os mesmos estabelecidos pelas Leis Municipais Nº 4524/2018 e Nº 4226/2015, e de posse de toda documentação comprobatória, deixa claro que não há aumento de salários, nem a revogação de parte do decreto cria novos valores nos vencimentos dos servidores.
Enfim, reafirmamos, houve o pagamento irregular de salários durante a vigência de decreto que reduzia vencimentos, assinado em 1º de abril de 2020 pelo então prefeito Izaías Régis, que cumpriu por apenas três meses, e depois, sem revogação, voltou a realizar os pagamentos integrais dos servidores citados.

A ilegalidade será levada aos órgãos de controle.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro