25 de fevereiro de 2014 às 11h18min - Por Mário Flávio

20140225-111839.jpg

O prefeito de Agrestina, Thiago Nunes (PDT), assinou um Termo de Ajuste de Gestão (TAG) no gabinete do conselheiro Ranilson Ramos cujo objeto é o cumprimento de recomendações feitas pelo TCE nas conclusões do relatório de uma auditoria de acompanhamento relativa à área de educação.

Em razão de a Auditoria ter constatado diversas irregularidades na área educacional do município, o prefeito se comprometeu no TAG, no prazo de 60 dias, a elaborar um sistema de controle de entrada e saída de gêneros alimentícios, preferencialmente informatizado, que permita a análise da movimentação dos itens; adequar o almoxarifado central para o recebimento e distribuição da merenda escolar, e proceder vistoria em todas as escolas, apontando as falhas e deficiências porventura encontradas.

Já no prazo de 120 dias a prefeitura se compromete, com base no resultado na vistoria, a fazer os devidos reparos de que as escolas estejam precisando relativamente à parte elétrica, hidrossanitária e de instalações físicas. O não cumprimento do Termo de Ajuste celebrado com o TCE será considerado “inadimplemento”, sujeitando o gestor municipal à aplicação de multa e outras sanções legalmente previstas.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro