22 de maio de 2013 às 11h55min - Por Mário Flávio
Carlos Veras: "Queremos ampliar a parceria para aproveitar à dinâmica e estrutura do Banco"

Carlos Veras: “Queremos ampliar a parceria para aproveitar à dinâmica e estrutura do Banco”

Por meio de nota, a prefeitura de Caruaru se pronunciou sobre o projeto que moderniza o processo de cobrança de débitos por boletos. Segundo a nota, o projeto não prevê o lançamento do débito para cartório ou para o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC). Segue a íntegra da nota:

“Sobre o Projeto de Lei que a Prefeitura de Caruaru enviou a Câmara de Vereadores que prevê a modernização do processo de cobrança de débitos em atraso com o município, a Secretaria da Fazenda Municipal informa que a população não deve se preocupar, pois o projeto não prevê o lançamento do débito para cartório ou para o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC).

A proposta é ampliar a parceria com o Banco do Brasil para ajudar a prefeitura no processo de cobrança dos impostos municipais que estão em atraso, reduzindo os custos que o município teria para realizar estas cobranças e facilitando a vida da população, que poderá quitar o débito em caixas eletrônicos, sem custo adicional.

A Secretaria ressalta que os programas de recuperação de crédito, a exemplo do Refaz, continuarão existindo. “Nós queremos ampliar a parceria para aproveitar à dinâmica e estrutura do Banco. A tendência é que os municípios busquem a modernização do atendimento aos contribuintes e o BB está sendo nosso parceiro. Vários municípios do País já estão aderindo a este processo”, destacou o secretário de Negócios da Fazenda Municipal, Carlos Veras.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro