Petista recebe apoio de aliado de Bolsonaro em Sergipe

Lucas Medeiros - 10.10.2022 às 14:55h

Do Folha de São Paulo

(Imagem: Reprodução/ Internet)

Candidato a governador impedido de disputar no primeiro turno pela Justiça Eleitoral, Valmir de Francisquinho (PL) declarou, nesta segunda-feira (10), apoio ao senador Rogério Carvalho (PT) no segundo turno para o Governo de Sergipe.

O petista disputa a segunda etapa da eleição contra o deputado federal Fábio Mitidieri (PSD), apoiado pelo atual governador Belivaldo Chagas (PSD).

O apoio de Valmir a Rogério provoca uma situação inusitada de união de um bolsonarista e um petista no mesmo palanque.

Trabalhei para não continuar esse governo. A hora é de ao menos tirar esse governo agora. Se eu ficar em cima de muro, vou me submeter às imposições e às perseguições dos outros adversários em Itabaiana“, disse Valmir nesta segunda após anunciar o apoio ao petista. “Espero que Rogério represente a mudança que Sergipe precisa.”

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) barrou a candidatura de Valmir de Francisquinho no dia 29 de setembro, três dias antes do primeiro turno. Ele liderava a corrida eleitoral no estado, segundo as pesquisas de intenção de voto.

O tribunal negou um recurso de Valmir contra a decisão inicial do Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe que vetou a sua postulação. A Justiça Eleitoral entendeu que o então candidato do PL está inelegível em razão de condenação por abuso de poder nas eleições de 2018, quando era prefeito de Itabaiana.

Na época, Valmir era prefeito da cidade do interior sergipano e, de acordo com a Justiça Eleitoral, praticou abuso de poder em prol da campanha do filho, que era candidato a deputado estadual.

Com o veto no primeiro turno, os votos dados a Valmir foram considerados nulos, já que não houve tempo hábil para tirar o nome do postulante das urnas na semana da eleição.

Assim, Rogério Carvalho e Fábio Mitidieri avançaram, em primeiro e segundo lugares, respectivamente, para o novo turno, dia 30.