28 de outubro de 2016 às 11h48min - Por Mário Flávio

urna

No próximo domingo (30), os eleitores do Recife, de Olinda, Jaboatão dos Guararapes e de Caruaru, no Agreste, vão às urnas para escolher quem governará as cidades pelos próximos quatro anos. No intuito de garantir que as votações ocorram sem problemas, a Secretaria de Defesa Social (SDS) montou um esquema especial para o segundo turno das eleições municipais. Para tanto, serão empregados 4.145 policiais militares e civis nos quatro municípios pernambucanos. Os números foram apresentados em coletiva, na manhã desta sexta-feira (28).

O efetivo será distribuído da seguinte forma: serão empregados 3.334 policiais militares nos municípios da Região Metropolitana. Na Polícia Civil, funcionarão 11 delegacias de plantão. Em Caruaru, serão empregados 584 policiais militares e 49 policiais civis. Também serão ativadas quatro delegacias de plantão. As quatro cidades ainda vão contar com o reforço de quatro equipes do Comando de Operações e Recursos Especiais (Core) da Polícia Civil.

“Nós vamos reforçar com 227 policiais. São 30 delegados, 30 escrivães, 167 agentes de polícia distribuídos em pelo menos 15 plantões. Oito são plantões ordinários – aqueles que funcionam em dias normais – em tem um incremento de sete plantões a mais. Além desse incremento, vamos pensar no reforço ja planejado na Ceplanc com mais dois turnos com delegados, agentes, escrivães, sem falar do apoio operacional do Comando de Operações Especiais que vai atender sob comando da chefia da Polícia Civil. Todos nós estaremos baseados no CICCR com toda a Secretaria de Defesa Social e instituições convidadas que vão atuar de acordo com a necessidade que vier a surgir no dia do pleito”, afirmou o chefe da Polícia Civil, Antônio Barros.

Segundo Barros, toda e qualquer ocorrência deve ser atendida no plantão, seja ela uma eleitoral, seja uma ocorrência do dia a dia que chega aos plantões policiais.

O chefe da Polícia Civil também explicou sobre o funcionamento dos plantões. “É um plantão de 12 horas, com foco exclusivamente nas eleições, mas obviamente, os plantões ordinários continuam 24 horas normalmente. Agora, o plantão de eleição, o reforço das sete delegacias de plantão mais o reforço, ele funciona dentro das 12 horas do dia da eleição”, afirmou.

O comandante geral da Polícia Militar, coronel Carlos D’Albuquerque, declarou que o lançamento não será prejudicado por causa do esquema montado para as eleições.

“A Polícia Militar, a partir de hoje, vai estar presente nos locais de votação. É importante ressaltar que o lançamento ordinário não é prejudicado para que a gente garanta a segurança do cidadão, e através da garantir do pleito eleitoral seguro, nós fazemos os cumprimento com mais 3.918 policiais que são lançados nos pontos de votação e também no sistema de viaturas através de quadrantes que foram definidos, já com a experiência do primeiro turno”, explicou. Segundo D’Albuquerque, a expectativa é que o efetivo das eleições seja desmobilizado na segunda-feira (31).


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro