30 de janeiro de 2021 às 10h55min - Por Mário Flávio

Assim como os demais municípios brasileiros, Caruaru sentiu os impactos provocados pela pandemia da Covid-19, entretanto permanece obtendo destaque quando o assunto se refere ao setor econômico. Pelo segundo ano consecutivo, a Capital do Agreste encontra-se ocupando posições no ranking das 100 melhores cidades para fazer negócios no Brasil. A constatação se referiu ao ano de 2020 e ocorreu através do estudo realizado pela empresa Urban Sytems para a Revista Exame. 

Considerando os efeitos causados pela pandemia no que se refere ao segmento financeiro, no ano passado, o levantamento encomendado pela Exame analisou mais setores dos municípios brasileiros, sendo eles: a Indústria, o Comércio, os Serviços, a Educação, o Mercado Imobiliário e a Agropecuária. O estudo se restringiu a avaliação nas cidades com mais de 100 mil habitantes, num total de 326. 

Nele, a Capital do Agreste ocupou a 60ª posição para se investir em negócios no setor da Educação e o 98º lugar nos Serviços. Além dos chamados dados habituais, a exemplos do saldo de empregos, da renda média dos trabalhadores e do número de escolas da rede básica, em 2020, também foram incorporados ao levantamento, dados relacionados à pandemia da Covid-19 e a Conjuntura Econômica. 

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Economia Criativa de Caruaru, André Teixeira Filho, bons desempenhos como esses vêm a reforçar ainda mais a vocação de Caruaru para os negócios. “Nossa economia é pujante, os caruaruenses possuem o empreendedorismo nas veias e a Prefeitura de Caruaru continuará realizando os investimentos necessários para impulsionar a atração de novos negócios importantes para nossa cidade”. 


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro