26 de dezembro de 2016 às 06h50min - Por Mário Flávio

rodrigo-maia-foto-agencia-brasil

Embora tenha uma bancada de apenas 12 deputados, o Partido Democrático Trabalhista decidiu lançar candidato próprio à presidência da Câmara Federal. Trata-se do deputado André Figueiredo (CE), que foi líder da bancada na Câmara e ministro das Comunicações no segundo governo de Dilma Rousseff.

O que o estimulou a se lançar candidato foi a indefinição do atual presidente, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que só pretende anunciar mais adiante se deve pleitear a reeleição.

A Constituição Federal e o Regimento Interno da Câmara vedam a reeleição. Mas Maia argumenta que essa regra não vale para ele que se elegeu para um “mandato tampão” após a renúncia do ex-presidente Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Como o PDT faz oposição ao governo Temer, Figueiredo está à procura de apoios no PT, no PCdoB, no PSOL, no PSB e na Rede Sustentabilidade.

O PDT de Pernambuco tem dois deputados federais que são Wolney Queiroz, presidente regional do partido, e Carlos Eduardo Cadoca.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro