28 de abril de 2014 às 09h45min - Por Mário Flávio

Por Anderson Bandeira – Da Folha de Pernambuco

As insinuações do pré-candidato do PTB ao Governo do Estado, Armando Monteiro Neto, de que o PSB estaria “cooptando” prefeitos para o palanque da chapa da Frente Popular foram condenadas, ontem, pelo pré-candidato socialista Paulo Câmara. Em passagem pelo município de Arcoverde, Sertão do Estado – reduto petebista -, para receber o apoio da prefeita da cidade, Madalena Britto (PTB), Câmara considerou as declarações de Armando como um ato de “desrespeito”.

“É uma falta de respeito aos prefeitos e ao Governo do Estado que sempre tratou com muita seriedade, com muito zelo os recursos públicos”, disparou. O socialista também considerou que diferentemente de dar “bolsa eleições”, como supôs o petebista, o Governo do Estado vem dado “oportunidades de investimentos aos municípios”.

“Quando criou o FEM foi pensando nisso, em dar liberdade aos municípios para eles investirem naquilo que eles precisam”, declarou Câmara, que durante o discurso se disse feliz pela indicação de comandar a Frente Popular. O ex-secretário estadual da Fazenda afirmou ainda que Pernambuco avançou muito, mas admitiu que ainda tem muito o que fazer. O socialista anunciou que voltará à região novamente para discutir os problemas da cidade e o programa de governo.

Em Arcoverde, Câmara prometeu duplicar o trecho da BR-232 que liga a cidade ao município de São Caetano (Agreste), caso seja eleito. “Sei da necessidade da obra e vamos colocá-la entre as nossas prioridades. É algo fundamental para o desenvolvimento de Arcoverde e região”, afirmou.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro