11 de maio de 2012 às 10h30min - Por Mário Flávio

Assessor de articulação da Fundarpe na região Agreste, Hérlon Cavalcanti comentou de forma positiva a grade programação do festival PE Nação Cultural em Caruaru. Para ele, a Fundarpe soube contrabalancear as atrações, entre artistas locais, regionais e nacionais, trazendo ainda, ações de socialização.

“Na programação, 70% da grade é de Caruaru, e claro, temos atrações regionais e de destaque nacional, como Arnaldo Antunes. Além disso, há uma série de ações sociais com os presidiários e com a Funase, algo de que a população de Caruaru só vai entender o impacto no ano que vem. Isso me faz acreditar que a programação agradou a todos, embora nem todos os artistas tenham entrado na grade de programação. Porém, os demais artistas terão seu espaço na programação do Cultura Livre nas Feiras”, explicou Hérlon.

Ainda sobre o Cultura Livre, ele disse que no sábado (12), haverá nova apresentação e que está empolgado com o desenvolvimento do projeto. Assim como  se diz em polgado com os trabalhos que estão sendo realizados na Penitenciária Juiz Plácido de Souza, onde a Fundarpe está implantando oficinas para que os próprios penitenciários desenvolvam seus trabalhos artísticos e ganhem um cachê por isso também.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro