12 de abril de 2013 às 10h55min - Por Mário Flávio

20130412-022857.jpg

O Jornal apresentado a imprensa para comemorar os 100 primeiros dias da nova gestão do prefeito Zé Queiroz (PDT) foi o alvo da oposição na sessão desta quinta-feira (11) na Câmara Municipal. O líder da oposição, vereador Val (DEM), disse que o material informativo não condiz com a realidade do que está ocorrendo hoje na Capital do Agreste. Com tom provocativo, ele usou à Tribuna e disse que algumas reportagens pegam carona em obras do governo federal.

O democrata disse que o jornal deveria falar de quatro anos e não 100 dias. “Eles tentam com esse jornal falar de cem dias, mas deveriam abordar os quatro anos e cem dias, com situações que nem fazem parte do governo, têm obras que foram prometidas na eleição passada para serem entregues até o fim do ano e nem começaram direito e colocaram lá. Falam de duas escolas em tempo integral e não têm professores suficientes. Temos aí um governo perdido, que a cada dia perde os seus aliados mais antigos, um governo perdido”, disse.

Já o vereador Evandro Silva (PMDB) ironizou o conteúdo do informativo. “É um jornal bonito, muito colorido, mas não passa de falácia, não são cem dias, mas mil e quinhentos dias de governo. São mazelas deixadas pelo próprio prefeito da gestão passada e o que ele (Zé Queiroz) vai dizer agora? Há quatro anos era a história de um rombo, não provou nada e acho que agora ele herda um rombo dele mesmo. Temos uma merenda de péssima qualidade e a cana-de-açúcar prometeram doar cinco quilos por dia, na semana passada eram três e hoje nem tem mais e o que oferecem na merenda é uma bolacha mole”, disparou.

Na próxima postagem a resposta dos vereadores da base governista.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro