2 de junho de 2012 às 11h01min - Por Mário Flávio

Ademar Bogo é membro da Direção Nacional do Movimeto dos Trabalhadores Sem Terra (MST). Além de escrever textos inspirativos é autor de poemas e canções, inclusive o Hino do movimento.
Esta semana reproduzo um texto dele: “ELEIÇÕES”. Vale refletir e tirar lições do mesmo.
 
Ninguém é obrigado a se render, nem mesmo os princípios renegar, ocorre que, se alguém visa o poder, há dois caminhos a escolher, servir ao Rei ou a ele combater, para fazer-se um dia lá chegar.
Aqueles que combatem são mal vistos. Por isto devem ter muitos cuidados. Aqueles que se aliam são bem vistos, não se cuidam, contam-se preservados. Terão porém a frustração, de serem nesta relação, talvez um dia abandonados.

A natureza é muito mais sabida do que certos políticos que de moral já andam nus, de nada vale dourar um tico-tico, se o ninho foi feito para anuns. Cada macaco que cuide de seu galho, não nascem mudanças sem trabalho, nem papagaios em ninhos de urubus.
Dá pena vê-los angustiados, por não poderem fazer duas coisas desiguais. Servir ao povo ou ao governo? Ser o senhor ou o capataz? Fechar a mão ou abrir a palma? Vender o corpo ou só alma? Depois de tudo o que ainda mais?

Assim se vive caro amigo, grande dilema na conjugação, do verbo perseverar apenas no passado, sem no presente ter sua relação. Como será ele no futuro se o poder estiver consigo, de acreditar que será coerente, sendo embalado pela indecente, mão criminosa do eterno inimigo?
Como entender que após anos de briga o cão e o gato tenham amizade? Ou o cão perdeu o seu caráter, ou o gato mudou de personalidade.

Como os passarinhos que buscam os alpistes, estão os eleitores na porta do alçapão, frustrados de alcançar grandes mudanças, no dia que chegar a eleição. Se ficam fora não há, ora, outra trilha; se adentro vão caem na armadilha, de servir ao senhor da escravidão.
Finge quem trai não ser tão ingrato, para aliviar o peso da consciência, de que é apenas candidato, mas que sua ética está em sua vivência. Muda as palavras encolhe o conteúdo, ajeita o nó da gravata e sobre tudo, perfuma a pele e muda a aparência.
Militância já não é necessária. A mídia com seu charme e com suas cores, “levará” através de suas mensagens, esperanças para os trabalhadores. Têm consciência que, parte disto, será uma grande enganação, mas plantarão uma péssima semente, dando a entender que daqui pra frente, luta de classes é na televisão.
Bem, já chega por ora as linhas ditas, temos muitas tarefas a fazer, esperando que as idéias malditas, não façam um dia alguém se arrepender. Que não tenha de explicar aos netos, as razões e as ilusões desta grande perda, e perguntar-se com lágrimas nos olhos, de que valeu ter enganado a esquerda?
Quanto a nós, sigamos o velho estilo, de na base seguir a construção, pois assim estaremos mais tranqüilos, quando raiar o dia da revolução.

EVENTO
Na sexta-feira a noite, no Museu do Barro, foi realizado o lançamento de uma nova publicação da região. A revista Política Mais da jornalista Janaina Waléria, da qual eu também colaboro. Diversas lideranças políticas estiveram presentes, entre elas o vice-prefeito Jorge Gomes, representando o prefeito José Queiroz, e ainda as secretárias Lúcia Félix do Turismo e Elba Ravane da Mulher, a ex-deputada Miriam Lacerda e o deputado Tony Gel, Rúbens Júnior representando o vice-governador João Lyra Neto, o presidente da Câmara Lícius Cavalcanti junto com os vereadores Bruno Lambreta e José Carlos do Sindicato, o pré-candidato a majoritária pelo PSOL Fábio Silva, e várias outras lideranças políticas, cda sociedade civil e religiosa. O evento também foi prestigiado pela imprensa, inclusive com cobertura da TV Criativa. As apresentações de Azulão, Azulinho e Onildo Almeida, o dançarino Marcus Mercury e a dupla de voz e violão encantaram a noite dos presentes. E no final, a apresentação do Ator Adélio Lima interpretando Luiz Gonzaga emocionou os convidados arrancando aplausos e lágrimas.
 
FÓRUM CARUARU: A sociedade pensando a cidade
Deve acontecer ainda neste mes de junho o lançamento do Fórum. As deversas equipes estão se reunindo e discutindo amplamente os temas. A proposta está contemplando todos os seguimentos sociais. Educadores, universitários, lideranças comunitárias e políticas compõe o mesmo.
 
ABERTURA 
Hoje a cidade inteira se prepara para a abertura oficial do “Maior e Melhor São João do Mundo”. Dominguinhos e Elba Ramalho estão entre os artistas que se apresentarão. O secretário de Cultura e Turismo mais uma vez vai encantar os olhos dos turistas e caruaruenses com as surpresas e algumas novidades. Desejamos a toda equipe envolvida e a todos os caruaruenses que seja mais um período de alegria, fraternidade, confraternização e solidariedade.
 
Paulo Nailson é dirigente político com atuação em movimentos sociais, Membro da Articulação Agreste do Fórum de Reforma Urbana (FERU-PE) e Articulador Social do MTST. Edita a publicação cristã Presentia. Foi dirigente no PT municipal por mais de 10 anos. Cursa Serviço Social


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro