12 de dezembro de 2012 às 08h55min - Por Mário Flávio

Em pleno século XXI, o Agreste Pernambucano, que tem se desenvolvido em estrutura física, continua em amarras sociais – vivendo e instituindo o imperialismo, percebemos esse exercício diante da votação do Projeto de Lei para o aumento salarial nos segmentos políticos que foi votado e aprovado.

Dessa forma, vereadores que supostamente representam o povo, dizem sim ao aumento, enquanto a situação da região está devastada, sofrendo com os impactos ambientais, e, o povo tentando ser e estar visível, protestou, gritou, reivindicou, mas não foi ouvido, não foi levado em consideração, além do mais foi agredido pelo vereador mais antigo da casa o qual estava insatisfeito com a mobilização partindo assim para a agressão dos que expressavam o NÃO a essa lei, o seu NÃO a essa aprovação.

Vereadores votam em salários maiores, em décimos terceiros, votos de aplausos, e não falam dos problemas de Caruaru, não tinham argumentos para defenderem o projeto, com isso abrindo a boca apenas para o sim, declinando a sua fala nos minutos na tribuna.

VERGONHA DOS QUE EXERCEM O PODER, E QUE NÃO NOS REPRESENTAM JUSTAMENTE!!!

AUTORIDADE LEGISLATIVA E AUTORIDADE QUE NOS “PROTEGE” (proteção esta que não podemos contar como presenciamos no protesto), autoridades apoiam autoridades, e o povo cada vez mais fica a margem!

*Ranúzia Netta
Graduanda de Pedagogia – Movimento Estudantil – UFPE


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro