18 de janeiro de 2013 às 09h25min - Por Mário Flávio

20130118-093108.jpg

Janeiro de Grandes Espetáculos – Festival Internacional de Artes Cênicas, que acontece em Recife, Olinda, Arcoverde e Caruaru estão premiando ao público que vai, no caso de nossa cidade, ao teatro do SESC. Estamos na metade da temporada e já passaram por aqui grupos da Argentina, Portugal e Rio de Janeiro. Além dos espetáculos há workshops.

Quero sugerir ao público do AaZ que vá amanhã assistir a peça O Inimigo do Povo. Eu acompanhei um pouco do empenho do Moisés Gonsalves (direção geral e direção de produção) na montagem, ainda no ano passado, seu profissionalismo e expectativa em denunciar os desmandos de políticos irresponsáveis.

O espetáculo destaca-se entre os melhores e concorre ao prêmio APACEPE, que será entregue no último dia, 27, em cerimônia no Recife. No palco o Grupo de Teatro Cena Aberta, do SESC Caruaru desenvolve o texto de Henrik Ibsen. Na obra, ambientada no interior da Noruega, um médico descobre que a água do município está poluída. Impelido a con­ta aos cidadãos a notícia, ele é pressionado a não fazê-lo, caso contrário, o balneário se­ria fechado.

O autor utiliza a poluição como metáfora pa­ra apontar a sujeira do gover­no (e também da socieda­de). Vamos assistir, refletir e ser “atores” nas mudanças necessárias em nossa cidade. Neste sábado, 19, às oito da noite, no SESC Caruaru.

Povo e governo mais próximos – Encontrei e conversei um pouco com Louise Caroline ontem, na cerimônia de posse de Jorge Casagrande, reeleito para permanecer à frente da Associação de Moradores dos Bairros Boa Vista 1 e 2. Jorge foi reeleito para mais 4 anos com aprovação nas urnas de 97%.

A Secretária de Participação Social estava representando Queiroz. Saudou os presentes, entre eles seu companheiro de partido, diretor de Cultura Djair Vasconcelos e aproveitou a presença de várias lideranças populares para compartilhar sua visão de trabalho a ser desenvolvida na secretaria, criada justamente para aproximar mais o poder público dos anseios do povo.

Louise anunciou que pretende realizar seminários sobre a participação popular na gestão pública, porém frisou que essa prática deve ser pensada inicialmente com o quadro funcional. Segundo ela, em abril os servidores serão os primeiros convocados para entrar em harmonia com essa visão de trabalho, que foi percebida como sendo falha no mandato anterior pelo próprio prefeito.

Protesto – Contra o aumento da passagem de ônibus está sendo um bom momento para, novamente, a população cobrar do poder público melhoria na qualidade de prestação de serviços nos coletivos. Mais que exigir das empresas, a prefeitura precisa melhorar os mecanismos de fiscalização e punição das empresas que não cumpram as determinações.

Pensando com Gonzagão – “Não é preciso que a gente fale em miséria, em morrer de fome. Eu sempre tive o cuidado de evitar essas coisas. É preciso que a gente fale do povo exaltando o seu espírito, contando como ele vive nas horas de lazer, nas festas, nas alegrias e nas tristezas. Quando faço um protesto, chamo a atenção das autoridades para os problemas, para o descaso do poder público, mas quando falo do povo nordestino não posso deixar de dizer que ele é alegre, espirituoso, brincalhão. Eu sempre procurei exaltar o matuto, o caboclo nordestino, pelo seu lado heroico. Nunca usei a miséria desvinculada da alegria.”

*Paulo Nailson é dirigente político com atuação em movimentos sociais, Cursa Serviço Social. Membro da Articulação Agreste do Fórum de Reforma Urbana (FERU-PE) e Articulador Social do MTST. Edita a publicação cristã Presentia. Foi dirigente no PT municipal por mais de 10 anos.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro