20 de maio de 2013 às 14h25min - Por Mário Flávio

Aproveito a mentira pulverizada do fim do Bolsa Família, que levou milhares de pessoas às agências da Caixa Econômica Federal, neste domingo, onde se dizia que esse era o último pagamento do benefício depositado pelo Governo Federal. Para esclarecer outras que são “plantados” e circulam nas redes sociais como também no velho boca a boca e que, levam pessoas desinformadas que não procurar apurar as informações a acreditar.

1º Que todo preso tem direito ao um auxílio reclusão ou auxílio bandido, como gostam de chamar. Na realidade o auxílio é destinado aos dependentes do recolhido e não a ele. E para receber o benefício o preso deve está TRABALHANDO ou no período de graça, que é aquele que o segurando fica desempregado mais continua amparado pela previdência. Ou seja, tem que trabalhar para ter direito ao benefício.

2º Que o Governo Federal vai pagar o valor de R$ 1350,00 para usuários comprarem drogas. Tudo mentira! O projeto é do governador do estado de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) e valerá apenas para o estado do mesmo nome. Além disso, o dinheiro não será destinado para os usuários e sim para que seus familiares paguem suas despesas com tratamentos em clínicas especializadas.

3º A terceira, última e mais absurda; eu ouvi essa semana: que prostitutas teriam dinheiro a um benefício de R$ 2000 por mês. Na realidade existe um debate intenso encabeçado pelo deputado federal Jean Wyllys para regulamentar a profissão. Ou seja, se regulamentar, elas contribuindo, como qualquer outro trabalhador, terão direito a benefícios como aposentadoria, salário maternidade, auxilio doença e outros. Bom, essas são apenas algumas das histórias mal contadas que circula na internet como também em rodas de amigos, que me vem à cabeça neste momento. Porém muitas outras circulam como verdade absoluta, neste caso, cabe a nós se inteirar para saber se as informações são realmente verídicas.

*Carlos Alexandre da Silva é servidor público municipal e autor do blog www.alexandredecaruaru.com.br


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro