9 de janeiro de 2012 às 07h00min - Por Mário Flávio

Esta semana deixei de seguir uma empresa no Twitter pelo simples fato dela ficar enchendo a minha timeline de comerciais. Não bastasse isso, as pessoas responsáveis pela empresa e suas redes sociais ficavam retuitando tudo que era publicado no perfil original. Vocês já devem imaginar como ficou a timeline, né?! Não tenho paciência, admito. Unfollow na hora.

As redes sociais não são uma tendência passageira, mas sim, uma nova forma de, entre outras coisas, permitir que as empresas dialoguem com o mundo. Por esse motivo, todo mundo acha que criar perfis no Facebook e no Twitter e colocar a moça que atende os telefones pra alimentar é “estar na moda” e garantir um lugar no mundo virtual. Mas a história não é bem assim…

Vejamos: Dados de uma pesquisa realizada pelo Altimer Group e Wetpaint para a revista Business Week com as 100 empresas mais valiosas ao redor do globo mostraram que os empreendimentos que investem em mídias sociais apresentam melhores resultados e receitas finais mais recheadas. Em média, empresas que investiram em mídias sociais cresceram 18% em um ano, enquanto aquelas que investiram pouco nas redes tiveram queda de 6%, em média, em suas receitas no mesmo período.

O que eu quero dizer com isso?! Hoje, as redes sociais mexem com a receita final das empresas… vale dinheiro!!  E pra isso, precisa-se de gente capacitada para a função. Não adianta simplesmente criar por criar, postar por postar e fazer besteira. Os 140 caracteres do Twitter podem elevar uma empresa ou um profissional, mas também podem ter o efeito contrário se não for bem administrado e planejado. É preciso todo um trabalho de comunicação e marketing para fazer valer o nome da sua empresa ou produto na internet.

Pra começar, além de um profissional especializado, que tal cumprir algumas etapas* que podem garantir a influência da sua empresa nas Redes Sociais?!

■Definir o público alvo – faixa etária, sexo, cidade, classe social, interesses.

■Descobrir a melhor forma de se relacionar com o seu público alvo – quais dias e horários, qual tipo de mensagem.

■Falar e escutar o seu cliente – isso ajuda a fidelizar o cliente.

■Publicar conteúdo relevante para as pessoas – não é eficaz somente publicar todos os dias um produto que você vende. É necessário falar com as pessoas de pontos relacionados com a sua empresa e aquilo que eles gostam.

■O conteúdo deve ser conciso e significativo – não adianta um texto de 20 linhas para publicar no Facebook. Comunique a idéia central em poucas linhas.

■Colocar o conteúdo dentro da Rede Social – isso vai aumentar as possibilidades de interação e as pessoas vão clicar mais vezes em curtir/tweet/+1.

■Links do blog institucional nas Redes sociais – também inclua botões curtir/tweet/+1 na página do seu blog.

■Estar atento às interações – você vai perceber a linguagem e os temas preferidos pelos seus diferentes clientes, permitindo compreender melhor o perfil dos grupos de clientes.

■Estabeleça uma linha de publicação semestral – defina o que deve ser publicado ao longo do semestre e programe os posts do mês. Revise periodicamente a sua linha editorial.

■Crie anúncios para públicos específicos – você pode definir quem vai ver o seu anuncio especificando faixa etária, sexo, cidade, interesses.

*Dicas do site: http://www.conversion.com.br

 

**Conceição Ricarte é jornalista, com pós graduação em Assessoria de Imprensa,  produtora da Rádio Globo FM, analista de social media e apaixonada por internet e tecnologia.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro