18 de dezembro de 2020 às 19h19min - Por Mário Flávio

Já era esperado o anúncio do cancelamento do Carnaval 2021 pelo Governo de Pernambuco. A decisão foi sensata e acertada. E até podemos dizer que veio tarde, pois na cidade de Salvador, o prefeito ACM Neto já tinha anunciado o cancelamento do carnaval soteropolitano desde 27 de novembro.

Mas causou estranheza a ausência, na histórica coletiva de imprensa sobre o cancelamento do carnaval pernambucano, dos secretários estatuais de Cultura, Gilberto Freyre Neto, e de Turismo, Rodrigo Novaes.

Nenhum aceno governista foi feito para minimizar os impactos negativos sobre o Turismo e a Cultura, justamente os setores mais impactados pelo cancelamento da festa, e já bastante afetados pela pandemia.

Em uma cajadada só o Palácio do Campo das Princesas cancelou uma festa popular e dois secretários estaduais. Definitivamente a Cultura e o Turismo não são prioridades nesse governo socialista.

*Léo Salazar (Cidadania) é produtor cultural e mestrando em Hotelaria e Turismo da UFPE.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro