2 de janeiro de 2014 às 12h25min - Por Mário Flávio

Com base numa reportagem publicada pelo Jornal Vanguarda a ONG Terra Verde vai entrar com uma ação civil pública para obstruir e demolir uma obra da prefeitura de Caruaru. Segundo a reportagem, a obra do Departamento de Limpeza Urbana da Prefeitura de Caruaru está desrespeitando o que prevê o Novo Código Florestal Brasileiro. A estrutura de alvenaria está sendo construída no Parque 18 de Maio, às margens do Rio Ipojuca (próximo à Casa de Cultura José Condé), a exatamente dez metros do leito do rio.

Segundo o presidente da ONG, Marcelo Rodrigues, a situação não pode ser tolerada e ele disse que o tom do diretor de Limpeza de Caruaru, Maurício Silva, que falou na entrevista foi de deboche. “Ele caçoou da população e do Ministério Público com o argumento que a necessidade da obra justifica a irregularidade. Quero ver dizer isso numa audiência. Não vamos apenas pedir a paralisação, mas a demolição dessa construção ilegal”, disse Rodrigues.

OBRA – O Governo Municipal fez intervenções diversas – como aterramento e remoção da vegetação nativa. Além, é claro, de erguer um equipamento de alvenaria, medindo 28m x 4m, em uma área protegida por lei. As obras tiveram início há algumas semanas e seguem em ritmo acelerado. Funcionários devidamente identificados com fardas da Prefeitura de Caruaru trabalham no local.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro