2 de abril de 2014 às 08h25min - Por Mário Flávio

20140402-074033.jpg

Há quase um mês os membros da Comissão de Ética da Câmara Municipal de Caruaru informaram que iriam solicitar a presença de um representante da OAB para acompanhar os trabalhos que analisam a situação dos dez vereadores indiciados pelas Operações Ponto Final I e II. Indagado sobre a resposta da OAB seccional Caruaru, que foi instada em fevereiro, por ofício, a nomear um representante para acompanhar os trabalhos da Comissão, o presidente Ricardo Liberato (PSC), disse que a entidade ainda não havia se manifestado.

Mesmo sem se posicionar oficialmente o certo é que a OAB não quer enviar representante, já que a questão é interna da Casa e um representante na entidade não surtiria muito efeito.

NOTIFICAÇÃO – A casa segue entregando a nova notificação aos vereadores indiciados. Segundo a assessoria de imprensa da Casa até às 18h de 1º de abril faltavam ser notificados os vereadores Evandro Silva (PMDB) e Val de Cachoeira Seca (DEM). A Comissão tem um prazo de 60 dias, que pode ser estendido para até 90, para concluir os trabalhos de apuração e encaminhar o relatório final à presidência da Câmara, que decidirá, então, se o caso será levado a plenário.

A próxima reunião da Comissão de Ética está marcada para o dia 08, terça-feira, às 11h.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro