2 de maio de 2018 às 07h08min - Por Mário Flávio

Paulo Câmara

Por Inaldo Sampaio

O governador Paulo Câmara esteve ontem nos municípios de Panelas e São Caetano para cumprir agenda política e administrativa. Na primeira participou do 45º Festival Nacional de Jericos e, na segunda, da inauguração de obras construídas com recursos do FEM. Essas investidas do governador por cidades interioranas estão se tornando rotina, com reflexos diretos nas eleições de outubro.

Sempre que ele vai a algum município, leva em sua companhia um exército de assessores e os deputados votados naquela área, e convida para participar do evento todos os prefeitos da região. Geralmente todos comparecem, sejam do governo ou da oposição. Isso pode parecer desimportante, mas não é.

São exatamente nesses eventos que o governador se aproxima dos líderes políticos, troca com eles um “dedo de prosa” sobre algum problema localizado, autoriza serviços emergenciais nas áreas de saúde e infraestrutura. E ao final o balanço é sempre positivo, a menos que o governo nada tenha feito por aquela cidade como ocorreu por exemplo com Gameleira, cujo ex-prefeito Severino Ramos (PSB) reclamou da inação do atual governo em seu município. Sabe-se que prefeitos por si só não garantem eleição de governador.

Arraes perdeu para Jarbas em 1998 com apoio de 131 dos 184 prefeitos pernambucanos, e Eduardo Campos derrotou Mendonça em 2006 apoiado por apenas 13. Mas é melhor estar próximo deles do que o contrário.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro