No Debate da Globo, Miguel foca críticas em Danilo Cabral

Jorge Brandão - 28.09.2022 às 10:25h
Foto: Pipo Fontes

O candidato Miguel Coelho participou do debate realizado nessa terça-feira (27) pela TV Globo entre os postulantes ao cargo de governador de Pernambuco nas eleições deste ano. No confronto de ideias, Miguel aproveitou para criticar a gestão do PSB e o candidato da Frente Popular, Danilo Cabral.

“Danilo, a verdade é que você ajudou Paulo Câmara a cobrar, arrochar, fiscalizar e fechar tantos negócios e empresas e, com isso, fazer de Pernambuco um dos estados que mais têm desempregados do Brasil junto com a Bahia”, disse Miguel. “No nosso governo, não vamos só cobrar imposto como a turma de Danilo faz. A gente vai dar oportunidade, estender a mão para que a gente possa crescer juntos. O nosso governo vai ser o governo do emprego, da transformação, do respeito. Se fiz de Petrolina a melhor cidade para se viver do Nordeste, vamos fazer juntos Pernambuco o melhor estado do Nordeste”, acrescentou.

Na oportunidade, Miguel afirmou que caso seja eleito, pretende implementar um programa social no valor de R$ 300 por mês para as famílias mais pobres. O benefício se somará ao Auxílio Brasil, pago pelo governo federal. Além disso, as famílias beneficiadas terão que fazer um curso profissionalizante para facilitar a reinserção no mercado de trabalho.

“Pernambuco é hoje um dos estados mais pobres do Brasil porque esse governo esqueceu de trabalhar. No nosso governo, vamos fazer um programa de renda mínima que vai pagar R$ 300 por mês nos 12 meses do ano para poder ser complementar ao Auxílio Brasil. Essas pessoas irão ganhar R$ 900, se o Auxílio continuar em R$ 600. Todos os beneficiários de nossos programas sociais terão que estar obrigatoriamente cadastrados em curso técnico ou profissionalizante. Porque melhor do que o programa social é o emprego. É a carteira assinada para poder garantir renda, dignidade e melhoria da qualidade de vida das famílias”, explicou.