8 de julho de 2013 às 22h25min - Por Mário Flávio

A Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) convocou prefeitos para participarem da Marcha à Brasília, iniciada nesta segunda (08) até quinta (11) , reiterando a importância da presença de todos para discutir temas de interesse da municipalidade, entre eles a Convivência com a Seca, principal pauta do Nordeste. Patriota informou que as negociações continuam, avançaram no sentido de injeção de “dinheiro novo”, embora ainda insuficiente (cerca de 100 milhões) e da abertura de diálogo com o Senado e a bancada Federal.

Segundo o presidente da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), José Patriota (PSB),prefeito de Afogados da Ingazeira, a expectativa é que o Estado seja representado por pelo menos 100 prefeitos pernambucanos. Para conseguir equilibrar as responsabilidades, os prefeitos defendem uma discussão profunda sobre o Pacto Federativo.

Essa, segundo Patriota, deve ser uma das principais reivindicações dos gestores. O problema da Seca também deverá estar entre as discussões a serem colocadas em pauta pelos prefeitos pernambucanos. Outro ponto que deverá ser explorado é o aumento de 2% do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), que apresentou uma queda nos últimos anos em virtude da redução do IPI.

PLANEJAMENTO

Em paralelo, esta semana a Ministra do Planejamento, Miriam Belchior, recebe 16 governadores e prefeitos de todo Brasil para discutir a distribuição dos recursos do PAC Mobilidade, prometidos pela presidente Dilma Rousseff (PT), após os protestos de junho. Os recursos, na ordem de R$ 50 bilhões, serão repartidos entre esses estados. A audiência da ministra com o prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), está marcada para próxima quarta-feira (10). A assessoria do governador Eduardo Campos (PSB) ainda não confirmou a presença do socialista.

Com informações da AMUPE e Folha de Pernambuco


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro