18 de setembro de 2017 às 15h24min - Por Mário Flávio

Onze representantes do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), entre eles o procurador-geral de Justiça, Francisco Dirceu Barros, estarão em Curitiba durante a semana para o workshop Experiências da Força-Tarefa Lava Jato: técnicas especiais de investigação para o enfrentamento da corrupção. O curso é promovido pelo MPPE em parceria com o Ministério Público do Paraná (MPPR). O workshop começa na terça-feira 19 e termina na quinta 21, na sede do MPPR (Rua Marechal Hermes, 751 – Centro Cívico), em Curitiba.

“A Força-Tarefa da Lava Jato tem muito o que nos ensinar. Ainda mais em um momento em que várias frentes estão tentando desacreditar o Ministério Público como instituição. O nosso MPPE precisa investir pesado na persecução penal, é uma forma de contribuímos para a diminuição do índice de violência no nosso Estado”, destacou Francisco Dirceu Barros, que abrirá os trabalhos da oficina, ao lado do colega paranaense, Ivonei Sfoggia, às 19h da terça-feira.

Voltado exclusivamente a membros do Ministério Público de todo o país, especialmente os que atuam na área de defesa do patrimônio público, o curso tem como objetivo promover o compartilhamento de experiências sobre técnicas de investigação no combate à corrupção adquiridas pela força-tarefa da Operação Lava Jato.

Além do procurador-geral de Justiça Francisco Dirceu Barros, participarão do curso outros dez membros do MPPE. Da Assessoria da Procuradoria Geral de Justiça, vão o subprocurador em Assuntos Jurídicos, Clênio Valença, e as assessoras e procuradoras de Justiça Cristiane Caitano e Patrícia Torres; do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), o coordenador e procurador Ricardo Lapenda e o promotor Frederico Magalhães. Representando o Núcleo de Inteligência do MPPE (Nimppe), o promotor Carlos Alberto Vitório.

As outras quatro vagas foram oferecidas por meio de sorteio com todos os promotores de Justiça do Estado que atuam na área-alvo do curso, feito no gabinete do procurador-geral de Justiça na tarde da quinta-feira 14. Foram sorteados os promotores Domingos Sávio Agra (Garanhuns), Fernando Della Latta Camargo (Petrolina), Ana Maria Barros de Carvalho (Olinda) e Allison Carvalho (Paulista).


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro