MPPE empossa Corregedor-Geral, Ouvidora e integrantes do Órgão Especial do Colégio de Procuradores de Justiça

Jorge Brandão - 14.03.2023 às 11:55h

O Corregedor-Geral, Paulo Roberto Lapenda Figueiroa; a Ouvidora Maria Lizandra Lira de Carvalho; e os seis integrantes do Órgão Especial do Colégio de Procuradores de Justiça, Marco Aurélio Farias, José Elias de Moura Rocha, Silvio Menezes Tavares, Cristiane de Gusmão Medeiros, Geraldo dos Anjos Netto e Ricardo Van Der Linden Coelho; eleitos na votação de integrantes da Administração Superior do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), foram empossados nesta segunda-feira (13), no Salão dos Órgãos Colegiados.

O Procurador-Geral de Justiça, Marcos Carvalho, antes de convidar os eleitos para fazer o juramento, os saudou pela vitória. “As escolhas foram feitas de maneira tranquila, assim como todo processo eleitoral até o momento da posse. Mais uma vez, o MPPE mostra maturidade e confiança no trabalho desenvolvido por seus membros”, afirmou ele.      

O Procurador de Justiça Paulo Roberto Lapenda Figueiroa, reeleito por unanimidade para o cargo de Corregedor-Geral, indicou a Procuradora de Justiça Maria Ivana Botelho para o posto de Corregedora-Substituta e teve a sugestão aceita por todos os presentes. “Obrigado a todos com quem caminhei nessa Instituição. Sigamos em frente”, agradeceu ele.

Já a Promotora de Justiça Maria Lizandra Lira de Carvalho frisou que sua gestão terá o propósito de contribuir para aprimorar o papel que a Ouvidoria do MPPE vem realizando. “Promoveremos justiça e cidadania, com a missão de inovar e desenvolver novas formas de diálogo com os públicos externo e interno, acolhendo a quem nos procura”, afirmou ela.   

O Procurador de Justiça Marco Aurélio Farias enalteceu o ambiente democrático existente no MPPE. “Estamos em uma Instituição que prioriza as discussões e os debates, promovendo a alternância de ideias e se renovando sempre em favor dos direitos, da sociedade livre e solidária”, disse ele.    

As eleições ocorreram na terça-feira, 7 de março, e 431 membros do MPPE votaram dos 441 aptos a votar. Na mesma ocasião foram eleitos os sete Conselheiros do Conselho Superior do Ministério Público, que serão empossados em solenidade futura.