MP não questionou falta de transparência na liberação do camarote pela prefeitura de Caruaru; entenda

Mário Flávio - 09.05.2023 às 22:45h

O blog teve acesso ao ofício que o Ministério Público enviou a prefeitura de Caruaru pedindo informações sobre a contração da empresa para explorar o espaço destinado ao camarote exclusive dentro do Pátio do Forró.

Conforme o documento, a gestão municipal tem o prazo de até “10 (Dez) dias, a partir do recebimento deste expediente, por meio digital, cópia integral do procedimento que permitiu o uso do espaço público ao ‘Camarote Exclusive’ durante o período do evento São João de Caruaru 2023”.

Mais cedo a Fundação de Cultura emitiu nota e disse receber com tranquilidade o pedido do MPPE. Segue a íntegra da nota:

“A Fundação de Cultura de Caruaru (FCC) informa que, somente nesta terça-feira (9), recebeu notificação do Ministério Público Estadual (MPPE) solicitando informações sobre apenas uma operação no São João 2023. É com tranquilidade que a FCC recebe o expediente do MPPE, visto que os atos negociais do evento, em todos os setores, seguem um mesmo padrão já praticado há vários anos, sem qualquer questionamento até hoje. As informações serão prestadas dentro do prazo assinalado pelo MP”.