20 de fevereiro de 2021 às 16h32min - Por Mário Flávio

Do Blog de Roberto Almeida

Faleceu hoje, no Hospital Português, no Recife, o Coronel Barros, 74 anos, natural de Brejão. Ele tinha diabetes e outros problemas de saúde que se agravaram nos últimos dias. 

O militar participou das lutas políticas do município vizinho, tendo disputado a prefeitura em eleições passadas.

Uma de suas irmãs é a professora Izabel Pinto, que durante muitos anos lecionou no Colégio Municipal José Soares de Almeida, em Capoeiras.

Maria José, professora natural de Brejão, parente de Barros, informou que o velório do Coronel será na Câmara Municipal.

O militar, que era também engenheiro, será sepultado em sua terra natal.

Ainda de acordo com a professora Maria José, o Coronel Barros estudou no Colégio Diocesano de Garanhuns e amava o educandário da antiga Praça da Bandeira.

Era um admirador de Monsenhor Adelmar da Mota Valença.

“Ele era apaixonado por Brejão e sonhou muito em ser prefeito de sua terra”, confidenciou Maria José.

Coronel Barros era casado com Sulamita e tinha um filho e duas filhas. As duas moram em Londres. 

No livro “Garanhuns Ano 100”, de Souto Dourado, duas páginas foram dedicadas a Barros, chamado pelo escritor de “o menino de Brejão”. 

A Izabel, João, Creuza, Mércia, viúva, filhos e todos da família Pinto a nossa solidariedade neste momento. Que Deus conforte a todos.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro