12 de fevereiro de 2016 às 16h15min - Por Mário Flávio

A ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, participa neste sábado (13/2), em Recife, do Dia Nacional de Mobilização Zika Zero. A programação começa as 7h30, no Comando da 7ª Região Militar, em Engenho do Meio, com a concentração de militares que, após o ato, sairão às ruas para orientar a população sobre os procedimentos necessários para evitar focos de proliferação do mosquito e distribuição de material informativo. Às 8h30, ministra concede entrevista coletiva à imprensa. Em todo o país, 220 mil militares do Exército, Marinha e Aeronáutica irão às ruas orientar a população sobre o combate aos criadouros do mosquito transmissor da dengue, da chikungunya e do vírus Zika; em Pernambuco, serão 9.000 militares.

Cerca de 4 milhões de panfletos informativos serão distribuídos em mais de 350 municípios, dentre eles os 115 municípios que tiveram incidência de dengue acima de 100 casos para cada 100 mil habitantes nos meses de novembro e dezembro de 2015. Nas casas que estiverem vazias, o material informativo será deixado nas caixas de correspondência. Os donos de estabelecimentos comerciais também serão orientados a fixar cartazes em local visível e de fácil acesso.

Entre os dias 15 e 18 de fevereiro, haverá uma nova ação de combate ao foco dos mosquitos com a participação de 50 mil militares que estão sendo treinados para atuar nas regiões a serem indicadas pelas prefeituras e pelo Ministério da Saúde. Esta ação será de combate ao mosquito, e não apenas de orientação, e deverá incluir a aplicação de larvicidas e inseticidas.
Enquanto ainda não existe disponível no mundo uma vacina para o vírus Zika, o combate aos focos do mosquito é a única forma de prevenção da doença, protegendo gestantes e crianças. Esse vírus tem sido associado ao aumento de casos de microcefalia em bebês quando as mães são infectadas durante a gestação.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro