24 de abril de 2013 às 08h50min - Por Mário Flávio

20130424-020106.jpg

Por meio de nota o presidente do Sindecc, Milton Manoel, explicou a decisão de renunciar a vaga no COMUT. Segundo o sindicalista, o Conselho não cumpria com suas finalidades e objetivos. Segue a íntegra da nota:

“A decisão de não mais participar do COMUT – Conselho Municipal de Transporte foi revestido com o manto da razão, e não da emoção, uma vez que o referido conselho desde a sua criação através do Decreto Municipal 017/95, não cumpria com suas finalidades e objetivos.

Apesar das fortes pressões do SINDECC, este conselho, na maioria das vezes se reuniu a portas fechadas e sem a participação dos demais integrantes do COMUT, as decisões eram tomadas apenas pelo Poder Público e pelos empresários do setor de transportes, o que fere frontalmente o princípio da legalidade e por isso mesmo, o SINDECC muitas vezes foi obrigado a bater as portas do Poder Judiciário ou do Ministério Público, para tentar fazer com o que o COMUT se reunisse com a presença de todos os seus membros, para se discutir o conjunto de situações que envolvem o sistema de transporte em Caruaru e não apenas, aumento de tarifa.

Com a saída do SINDECC do COMUT, as passagens de ônibus permanecem R$ 1,80 até que a Prefeitura de Caruaru indique um novo integrante do Conselho Municipal de Transporte.

Milton Manoel
Presidente do SINDECC – Sindicato dos Comerciários de Caruaru”.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro