Miguel Coelho sai em defesa do piso salarial da enfermagem

Lucas Medeiros - 05.09.2022 às 18:55h
(Imagem: Divulgação)

O candidato a governador de Pernambuco Miguel Coelho (União) garantiu que irá cumprir o novo piso salarial para os profissionais da enfermagem, independente da decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal, Roberto Barroso, que suspendeu o reajuste. Em publicação nas redes sociais, nesta segunda (05), Miguel afirma que acredita numa solução para o impasse com diálogo entre todos os entes envolvidos, classe politica, trabalhadores da saúde e o STF.

“O piso estabelecido por lei, aprovado no Congresso Nacional e sancionado pelo presidente, precisa ser cumprido. Tenho certeza de que, com diálogo e equilíbrio, será possível chegar a uma solução que beneficie a todos”, defende Miguel. “Assumo o compromisso de como governador garantir a remuneração definida por lei para a enfermagem. A categoria merece. Esse é um esforço que o estado é capaz de fazer”, complementou em publicação no Twitter.

No mês de junho, Miguel já havia assinado o compromisso com a categoria em reunião com o Conselho Regional de Enfermagem. O candidato acredita que a medida é uma forma de valorizar os profissionais que tiveram um papel essencial durante a pandemia, salvando milhões de vidas. “O piso salarial dos enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem é uma conquista importante e um reconhecimento justo para uma categoria essencial no atendimento diário das unidades de saúde, destacado especialmente no período de pandemia”, destacou Miguel.