13 de abril de 2012 às 09h41min - Por Mário Flávio

Na semana passada o PCdoB enviou nota afirmando que em nenhum momento o prefeito Zé Queiroz (PDT) e o presidente do partido, vereador Lícius Cavalcanti (PCdoB) tinham conversando sobre a sucessão municipal. No fim da nota, os dirigentes do Partido ainda disseram não reconhecer o cargo de Michelly Pereira, que exerce a função de Diretora de Ciência e Tecnologia. Segundo os comunistas o cargo não era da cota do PCdoB. Diante da afirmação, a comunista rasgou o verbo e disse que a direção do PCdoB usa de falácias e inverdades sobre a situação dela e que se envergonha da postura da direção da legenda. Além disso, ela questionou ao presidente da Lícius se foi expulsa do partido. Segue a nota.

 

ESCLARECIMENTO 

Estou filiada ao Partido Comunista do Brasil a partir de Novembro 2004, desde então milito ativamente em diversas frentes de atuação, porém tenho me dedicado à militância na Juventude pela UJS, onde sou da executiva estadual. Participei de algumas campanhas entre elas a de 2008, Caruaru Mais Forte do que Nunca que elegeu o prefeito José Queiroz. Recebi o convite do então Secretário de Gestão e Serviços Públicos José Carlos Menezes, para compor sua equipe de Gabinete, exerci a função de Assessora até março de 2010, quando decidi por motivos pessoais deixar a equipe.

Recebi o convite da diretora de Juventude Emilia Pinheiro, para assumir a assessoria de articulação e planejamento da Diretoria de Juventude em abril de 2010, onde desempenhei a função até novembro do mesmo ano, sendo promovida a Gerente de articulação e planejamento. Em dezembro de 2010, Emilia Pinheiro decidiu deixar a Diretoria de Juventude, cargo que ficou vazio até março de 2010, quando em uma reunião convocada por Émerson Santos presidente da UJS com a presença dos dirigentes do PCdoB na época, o Camarada Eduardo Guerra presidente, acompanhado do Secretário de Organização Lino Portela, eu dirigente municipal e estadual da UJS e Dinho Araújo Secretário de Juventude do PCdoB, onde cobramos ao Presidente a indicação ao cargo de Diretoria da Juventude do Governo, tendo em vista que já exercia a função.

Foi aí que em uma reunião com José Queiroz que o partido apresentou meu nome que foi aceito pelo Prefeito de Caruaru. Atualmente sou da direção municipal do PCdoB, e me envergonho de expor problemas internos, mas não posso aceitar que inverdades e falácias sejam espalhadas a respeito de minha pessoa. Acrescento que em reuniões do diretório municipal do partido, por essas posturas “independentes” dos vereadores do PCdoB, perguntei como ficaria minha situação, inclusive me coloquei a disposição de saída, pois essa era a postura mais adequada partidariamente falando, e o atual presidente do partido o vereador Lícius Cavalcanti, afirmou que devo dar minha contribuição no governo.

Além de Lino Portela que exerce o mesmo cargo no partido hoje dizer sempre que minha gestão no governo tem a cara do PCdoB. Como agora emitem uma “Nota Oficial” de três linhas dizendo que PCdoB não faz parte da gestão, só me cabe perguntar. Presidente Lícius eu fui expulsa do Partido?

Michelly Pereira


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro