Metroviários decidem Estado de Greve Permanente até cessar ameaça de privatização da CBTU

Mário Flávio - 21.04.2023 às 19:33h

Em uma assembleia geral realizada na noite desta quinta-feira (20), os Metroviários do Recife decretaram Estado de Greve Permanente para todos os servidores representados pelo Sindicato os Metroviários de Pernambuco (Sindmetro-PE). Foi aprovado que o Estado de Greve permanece por 30 dias até que a CBTU (Companhia Brasileira de Trens Urbanos) seja retirada do PND (Programa Nacional de Desestatização). O Sindicato também aprovou um “estado permanente de assembleia”, podendo realizar reuniões setorizadas e, a qualquer momento, deflagrar a Greve.

Conduzindo a Assembleia, o presidente do Sindmetro-PE, Luiz Soares, ressaltou que o Metrô do Recife está funcionando de maneira crítica pela falta de investimentos sistemática, principalmente durante o período governo Bolsonaro, entre 2019 e 2022. “Temos um Metrô que já transportou 400 mil usuários por dia e hoje só transporta 170 mil, por falta de condições. O atual Governo Federal tem informado, em reuniões com a direção do Sindicato, que vai promover a retomada dos investimentos no sistema, mas ao mesmo tempo não aceitamos o fato de a CBTU não ter sido retirada do PND”, relatou o presidente Luiz Soares.

O vice-presidente Valmir Assis lembrou da luta em torno do Acordo Coletivo de Trabalho 2023 (ACT), com o piso salarial de R$ 2.725,56 e um aumento de 25% baseado no estudo do DIEESE que identificou uma perda salarial de 17,7% de 2011 a 2022. Também, reivindicou recuperação salarial da inflação do ano, que corresponde a cerca de 6%.

Luiz Soares também lembrou a luta pelas cláusulas sociais, na qual o Sindicato destaca a estabilidade e da transferência para outra empresa dentro do Governo Federal, caso seja desejo do servidor.

A reivindicação da categoria também pede que o Plano de Recuperação do Metrô do Recife, proposto pelo atual Governo Federal, seja colocado em prática com urgência, melhorando a vida da população que depende do transporte público.