20 de abril de 2012 às 13h12min - Por Mário Flávio

A manifestação dos grevistas servidores da Destra em frente à Rádio Cultura do Nordeste no final da manhã desta sexta-feira (20), teve sua vantagem e desvantagem. Os grevistas queriam apenas marcar presença, enquanto esperavam o prefeito José Queiroz encerrar sua entrevista no programa Mesa Redonda, da emissora. No entanto, houve um atrito, quando um dos gevistas manifestou que “o prefeito deveria falar a verdade sobre os 13 pontos de reivindicação que a prefeitura diz que cumpriu.

Isso gerou uma rápida confusão e, se acordo com relatos dos grevistas, um motorista do automóvel do prefeito teria chamado o grevista que se dirigiu ao prefeito de “negro safado”. No momento da confusão, Zé Queiroz se pronunciou.

“Eu sempre tratei os guardas e agentes com destreza e a Mesa de Negociação permanente foi aberta em meu nome e os grevistas podem conversar com o secretário Antonio Ademildo para resolver essa situação, mas é preciso repseito para que não houvesse polêmicas paralelas, que não resolvam o impasse”.

Segundo o presidente do Simsuc, esss processos paralelos devem ser ignorados, já que já estava previsto para segunda-feira uma reunião da Mesa de Negociação com Antonio Ademildo, o próprio Eduardo e dois representantes da guarda municipal e dois do trânsito. No entanto, a celeuma também trouxe a vantagem de que o prefeito, depois de sair da Rádio, resolveu retornar para a emissora e conversar com os grevistas.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro