19 de dezembro de 2020 às 07h25min - Por Mário Flávio

O município de Machados, na região do Agreste Setentrional de Pernambuco, a 107 km de Recife, festeja 57 anos de Emancipação Política neste domingo, 20. O gestor municipal, Argemiro Pimentel, detalha como irá ser vivenciado o dia em que a “Terra da Banana” comemora sua independência. “Em virtude da pandemia este ano não podemos celebrar esta data tão importante com grande festa, entretanto não deixaremos passar em branco. As ações simbólicas vão acontecer de forma restrita e seguindo os protocolos sanitários estabelecidos pela Secretaria Estadual de Saúde, como também iremos entregar a obra da Arena Municipal, Governador Eduardo Henrique Accioly Campos, a população machadense”, explicou Pimentel.

Por meio da assessoria de comunicação, a Prefeitura divulgou a programação. Entre as ações estão: Alvorada festiva; hasteamento das Bandeiras na praça de São Sebastião no centro da cidade; Missa Solene em Ação de Graças, presidida pelo pároco, Pe. Luís Jorge, na Igreja Matriz. Dando continuidade, à noite haverá inauguração da reforma e ampliação da Arena Municipal no bairro de Machadinho. O novo estádio será entregue com todo o alambrado, arquibancada, banheiros, calçada externa, gramados, iluminação de LED, muro, urbanização no entorno (com passeio de piso intertravado) e vestiários. Um investimento de R$ 540 mil reais, sendo 500 mil proveniente de emenda parlamentar do deputado federal Danilo Cabral (PSB) e 40 mil com recursos do município. 

 “O município fecha o lixão trazendo benefício para o Meio Ambiente” 

Atendendo à determinação da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) e ao Ministério Público de Pernambuco – Machados encerra as atividades do lixão. O secretário de Meio Ambiente, Agnaldo Barbosa fala sobre a ação. “O município passa a destinar o lixo para o aterro sanitário de Igarassu, na Região Metropolitana do Recife (RMR). Com o fechamento do lixão os catadores se tornarão recicladores e irão contar com todo apoio da prefeitura, será disponibilizado um local adequado para que eles possam trabalhar com dignidade. 

Resumo Histórico da fundação do município de Machados e seus avanços 

A vila de Machados, localizada nas terras do antigo Engenho Bom Destino, que pertencia ao município de Bom Jardim, próximo ao Engenho Machado (propriedade de uma família de mesmo nome). Em 10 de outubro de 1917 realizou-se a primeira feira livre, no dia 26 de novembro de 1962, a ALEPE (Assembleia Legislativa de Pernambuco), votou a emenda do projeto nº 2146 criando o município de Machados e na data de 20 de dezembro de 1963 foi assinada pelo então governador Dr. Miguel Arraes de Alencar, a lei estadual nº 4994, desmembrando definitivamente de Bom Jardim.  

Machados se destaca na cultura, na educação e na religiosidade. Forte no cultivo de frutas, a exemplo a banana, em que as pessoas fazem doces e licores. O artesanato é diversificado feito da palha da bananeira. Na educação, no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), está em 1° lugar no ranking entre os municípios do Vale do Capibaribe, nos anos iniciais e finais, com mais de 150% em relação à meta de 2019. No Índice de Desenvolvimento da Educação Básica de Pernambuco (Idepe), Machados está em 1° lugar em três categoria: – Maiores crescimentos nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental com 7,75 (28,50%); – Anos Iniciais do Ensino Fundamental com 7,75; – Anos Finais do Ensino Fundamental com 6,73. Na edição 2020 do Programa Criança Alfabetizada, o município está em 2º lugar no Estado de Pernambuco. Já na tradição religiosa, na última semana de janeiro acontece a festa do padroeiro São Sebastião, em 2021 será festejado 103 anos de fé e devoção. 


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro