31 de julho de 2013 às 08h25min - Por Mário Flávio

O presidente da Câmara Municipal de Caruaru, Leonardo Chaves (PSD), procurou justificar, durante entrevista na Caruaru FM na semana passada, as contundentes declarações do vereador Zé Ailton (PDT), que vazaram em um vídeo no YouTube. Na gravação, publicada por um perfil no Facebook, o edil admitia que irregularidades em processos licitatórios para serviços de aração de terra em Caruaru seriam facilmente cometidas.

No contexto

Zé Ailton: “Tentaram distorcer o que eu disse”

Questionado se a isso não caberia uma investigação da Comissão Parlamentar de Ética, o vereador poupou Zé Ailton. “Zé se perdeu na forma de dizer. Há quem participa de licitação e não tem material para prestar o serviço. O que ele fez foi apenas atestar isso. Há pessoas que não têm máquinas e sublocam os equipamentos para ganhar dinheiro em cima disso quando ganham a licitação. Isso sem fazer nada, só com a obrigação de custear os equipamentos. Agora ele pecou em colocar algumas coisas das quais ele não tem conhecimento, sabemos que ele é uma pessoa rude no modo de falar, mas apenas falou de uma realidade. Muitas vezes essas licitações já são certas na forma como são combinadas”, explicou.

Na verdade, por enquanto a Comissão de Ética tem outro assunto para resolver: investigar um recente incidente envolvendo os vereadores Jajá (PPS) e Romildo Oscar (PTN), que quase foram às vias de fato depois de uma discussão exaltada na Câmara Municipal.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro