26 de março de 2012 às 07h49min - Por Mário Flávio

O deputado federal, João Paulo (PT), esteve na última sexta-feira em Caruaru. Ele participou de uma polêmica entrevista na Rádio Cultura e confirmou que o PT deve mesmo compor com o prefeito Zé Queiroz (PDT), que vai tentar a reeleição esse ano. O ex-prefeito do Recife analisou ainda a possibilidade de uma composição com o PCdoB, mas disse que tal situação é pouco provável.

“A gente não tem como compor com DEM e PSDB, existe uma proibição nacional do partido de apoiar essas siglas. No entanto, devido ao alinhamento que temos com o PDT em Pernambuco, devemos ficar ao lado de Queiroz. Uma outra opção seria uma aliança com o PCdoB, mas devido as posições das duas executivas estaduais é muito difícil que essa parceria aconteça”, pontuou.
Uma ala do PT local defende a pré-candidatura de Lícius Cavalcanti (PCdoB). Numa postagem aqui no blog sobre a possível saída de Josué Euzébio do comando da sigla em Caruaru, o petista Wilon Dodson escreveu. “O PT em Caruaru está dividido. Parte apóia a gestão atual, a outra articula um novo nome para a Frente Popular.
Fato negado por Antônio Lacerda.“Wilon, o PT não está dividido. Apenas você anda negociando com Licius, o resto todo está unido e com Queiroz. Pergunte a Herlon! Não sei como uma pessoa isolada fala em nome do Partido”, disse.

João Paulo disse que uma composição com o PCdoB é pouco provável


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro