24 de dezembro de 2012 às 14h25min - Por Mário Flávio

Em entrevista à Rádio Liberdade de Caruaru nesta segunda-feira (24), o deputado federal João Paulo (PT) apresentou um balanço sobre seu mandato e ainda avaliou o impacto das eleições deste ano sobre o Partido dos Trabalhadores. No entanto, ele também fez considerações sobre a relação do PT com a gestão municipal a partir 2013.

“Eu acredito que, apesar de qualquer diferença durante a eleição, o PT terá uma boa relação durante esse novo mandato do prefeito José Queiroz”, citou o deputado, que também comemorou o fortalecimento da legenda no governo municipal. Ele também ressaltou que, embora sem sucesso, a candidatura de Rogério Meneses em Imaculada foi uma oportunidade de experiência, mas lamentou o fato de Hérlon Cavalcanti não ter sido eleito vereador.

Já sobre os resultados das eleições em Recife, o petista voltou a criticar a atual gestão do prefeito João da Costa, também do PT. “Acho que, primeiro, foram superimportantes meus dois mandatos, fui o primeiro operário a ser eleito no Recife, fui reeleito e fiz meu sucessor. Como o atual prefeito teve dificuldades, isso levou a um processo difícil, em que o PT se afastou do conjunto. A derrota do PT foi muito mais uma derrota da atual gestão. Na minha gestão tenho como legado o Parque Dona Lindu, o fim do transporte clandestino, as Academias das Cidades, o Orçamento Participativo, isso pra mim não foi derrotado”, considerou. João Paulo ainda projeto que não acredita em separação da Frente Popular nas eleições de 2014.  “Eu não acredito que haverá separação, acho que a tendência hoje é a volta de Dilma como presidente nas próximas eleições, com o apoio de Eduardo Campos. Houve uma dificuldade momentânea, quando o PT lançou candidato, diferente da base do governo do estado, mas isso foi algo pontual”, completou.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro