12 de setembro de 2013 às 09h55min - Por Mário Flávio

O médico e compositor Janduhy Finizola, nesta quarta (11), o Título de Cidadão de Pernambuco. A proposta partiu do deputado Ramos, do PMN, que foi representado pelo deputado Antônio Moraes, do PSDB.

O deputado Sebastião Rufino, do PSB, abriu a cerimônia, destacando que Janduhy merece o reconhecimento da Assembleia pela bela trajetória de vida. Antônio Moraes ressaltou que a iniciativa do Legislativo “é um testemunho do sentimento do povo pernambucano em relação ao trabalho e aos múltiplos talentos de Finizola. O homenageado agradeceu a honraria, salientando que Pernambuco lhe deu inspiração para desenvolver seus projetos.

O vice-governador do Estado, João Lyra Neto, e o presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco, Jovaldo Nunes, entre outras autoridades, participaram do evento. Durante a solenidade, o cantor Santanna apresentou um pout-pourri de canções compostas pelo homenageado.

BIOGRAFIA – O homenageado nasceu em Jardim do Seridó, no Rio Grande do Norte e chegou ao Recife em 1951, para prestar o vestibular de Medicina. Após concluir o curso, em 1957, Finizola seguiu para uma especialização no Rio de Janeiro e, na década de 1960, se mudou para Caruaru, onde viveu por mais de 30 anos. Mas além da vocação para a Medicina, Janduhy se descobriu poeta e compositor ainda na juventude.

O médico teve músicas gravadas por Luiz Gonzaga, Genival Lacerda e Marinês, além de Jorge de Altinho, Quinteto Violado e Santana, que fez sucesso com Ana Maria, 20 anos após ser composta. Ele é autor da trilha sonora da Missa do Vaqueiro, evento tradicional criado em Serrita por Luiz Gonzaga.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro