7 de dezembro de 2013 às 07h55min - Por Mário Flávio

20131206-223125.jpg

Os projetos encaminhados pelo Poder Executivo à Câmara Municipal de Caruaru voltaram a render críticas por parte do vereador Jajá (PPS), durante a reunião realizada na Câmara, nesta quinta-feira (5). Desta vez, o parlamentar lembrou a aprovação da Lei Orçamentária Anual (LOA) e do Plano Plurianual (PPA) – votados na terça-feira (3) –, afirmando que irá recorrer ao Tribunal de Contas do Estado e ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE) para entender de que forma está sendo aplicado o dinheiro.

“Sei que o meu papel enquanto vereador é fiscalizar e entender de que forma está sendo feito uso do dinheiro público, e irei fazer isso. Irei consultar o TCE e o Ministério Público, para entender melhor essas questões [aplicação do dinheiro por parte da Prefeitura de Caruaru], e peço o apoio da Câmara para isso”, destacou na tribuna.

E acabou criticando ainda a Reforma Administrativa, que seria votada minutos depois e propunha a criação de novas secretarias municipais. “Talvez a cidade não precise de tantas secretarias. Precisamos mesmo é de mais transparência, e de melhorias em setores que tenho destacado aqui na Câmara desde o início do meu mandato (Educação, Saúde e Meio Ambiente, por exemplo)”, complementou.

Vereadores de situação e da própria oposição não concordaram com a opinião de Jajá e explicaram que são questões de previsões orçamentárias. Mesmo assim, o edil não aceita e segue teimando sobre o assunto.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro