17 de dezembro de 2012 às 15h35min - Por Mário Flávio

O senador Humberto Costa (PT) participou na manhã desta segunda-feira (17) do programa “Ponto de Vista”, na Rádio Filadelfia FM. O senador falou do envolvimento do seu nome, em denúncias feitas por Marcos Valério, em torno do desvio de dinheiro no escândalo do Mensalão. “Que sejam feitas as investigações e que hajam punições contra os responsáveis por crimes cometidos contra o povo. São denúncias requentadas que partem da elite brasileira que teima em destruir a imagem do presidente Lula. Contra mim, são denúncias requentadas, já fui alvo de boatos e mentiras infundadas, que posteriormente foram provadas como sendo falsas”, disse ele.

PT e Geraldo Júlio – Quanto a participação do PT no governo Gerlado Júlio, o petista foi curto e direto ao ponto. “O partido tomou a decisão de participar do Governo Geraldo Júlio, eu fui voto vencido, sendo assim aceitarei a decisão da maioria da legenda’.

PT e PSB – Perguntado se a disputa entre PSB e PT na eleição de outubro em Recife, poderia afastar definitivamente os dois partidos no Estado, ele disse que não acreditava nessa hipótese. “Creio que a eleição de Recife foi um fato isolado na política de Pernambuco, não acredito que a parceria dessas legendas seja abalada por isso”.

O Polo de Confecções – Humberto falou ainda de sua ligação com as cidades do Polo de Confecções. “Em breve visitarei o Polo de Confecções, afinal de contas, tenho muito apreço por cidades como Santa Cruz do Capibaribe e Toritama, onde tenho amigos queridos”, falou o senador.

Eduardo presidente – Quanto a possibilidade de Eduardo Campos ser candidato a presidente, contra Dilma ou Lula, ele deixou uma interrogação no ar. “Movimentos apontam para o lançamento de uma candidatura a presidência da república, mas é preciso que aguardemos, pois muita água ainda vai passar embaixo dessa ponte”, finalizou o senador pernambucano Humberto Costa.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro