30 de abril de 2012 às 14h50min - Por Mário Flávio

Os assentamentos de Poço do Canto, Doutor Élcio Maciel, Bela Vista, Gavião e Londrina, em Petrolina, foram contemplados, no sábado (28), com a entrega de duas ensiladeiras com capacidade de produzir 20 toneladas/dia de “volumoso” para a alimentação de 1,8 mil animais, entre caprinos, ovinos e bovinos, beneficiando um total de 109 famílias de pequenos pecuaristas da região.

A ação faz parte dos trabalhos emergenciais de combate aos efeitos da estiagem prolongada que tem atingido os municípios do Agreste e do Sertão. A entrega, que foi realizada pelo secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Ranilson Ramos, acompanhado de técnicos do IPA e do Iterpe, é o início de uma maratona de visitas que Ramos pretende realizar nas áreas previamente identificadas como sendo as mais críticas.Atualmente, dos 56 municípios do Sertão, 30 já decretaram estado de emergência e, dos 66, do Agreste, 11 também solicitaram o apoio efetivo do Estado.

Segundo o secretário, ele e sua equipe não medirão esforços para, in loco, ouvir e atender as necessidades específicas de cada localidade. “O objetivo das visitas é identificar os problemas e de imediato autorizar ações de implantação e melhoria da estrutura de alimentação animal, bem como do abastecimento de água para consumo humano e animal”.

Ele reforçou, ainda, que a orientação do governador Eduardo Campos é aproximar ao máximo a Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária das famílias rurais. “Na hora em que a gente chega perto das populações atingidas se torna mais fácil planejar as ações para encaminhamento de solução ou, ao menos, minimizar o problema”.“Com a entrega das ensiladeiras, além de assegurar a alimentação animal, nosso trabalho será facilitado permitindo, também, aumentar a criação pela oferta de forragem“, disse a presidente da Associação do Assentamento Doutor Élcio Maciel.

O extensionista do IPA José Américo afirmou que, a alimentação animal é composta por 80% de volumoso, que torna a silagem uma mecanismo importante em épocas de seca.

No domingo, Ranilson Ramos esteve na comunidade de Riacho do Recreio, em Lagoa Grande, onde autorizou a elaboração imediata de projeto para a implantação de uma adutora que beneficiará 120 famílias, totalizando 600 pessoas. Como medida complementar, ele adiantou que serão instalados mil poços, num período de seis meses, atendendo a demanda de água para a melhoria da produção e do abastecimento humano e animal.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro