9 de abril de 2012 às 09h27min - Por Mário Flávio

A edição desse domingo do programa Fantástico levantou mais uma vez o debate sobre a Verba Indenizatória. O programa, veiculado na Rede Globo, mostrou que em alguns estados a verba é usada de forma abusiva. Esse dinheiro é usado pelo parlamentar para pagar despesas como alimentação, divulgação e aluguel de carros, entre outras, além do salário. Foi essa mesma verba que quase deixou oito vereadores e ex-vereadores de Caruaru em situação delicada e por pouco não ficaram inelegíveis.

Quando assumiu a presidência da Câmara, o petista Rogério Meneses, em conjunto com alguns vereadores decidiu acabar com a boquinha em Caruaru. Ainda hoje, tem vereador que reclama da extinção da verba, mas para evitar crise de imagem junto a população, o projeto que extinguiu essa verba foi aprovado por unanimidade. É bom lembrar que o Projeto foi votado em março de 2009 e só Tony Gel e Lícius Cavalcanti não usaram a verba nos primeiros meses. O impacto causado com o fim da famígerada verba? A economia de mais de 1,3 milhãode reais em dois anos da gestão de Meneses e a reforma quase completa da Casa Jornalista José Carlos Florêncio na era Lícius.

Outras esferas do poder deveriam seguir o exemplo de Caruaru. No Congresso Nacional, o valor mais alto é pago aos senadores, R$ 41.844,45 por mês, por parlamentar, incluindo passagens aéreas. E quase nunca existe o questionamento sobre o usos dessas verbas. A reportagem do Fantástico mostrou ainda que na câmara dos deputados, o valor é de R$ 32.789,41. Mas, no Piauí, a verba indenizatória dos deputados estaduais, que era de 50 mil, passou este ano para 80 mil reais, quase o dobro do que recebem os senadores.

O detalhe e que o Piauí é um dos estados mais pobres do Brasil. Que o exemplo dado pelos vereadores de Caruaru seja levado para todo o Brasil. A Verba Indenizatória é uma afronta a moral, sei que existem exceções, mas na maioria das vezes é usada de forma ilegal, como aconteceu em Caruaru na Legislatura passada. #FicaaDica


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro