20 de julho de 2013 às 06h29min - Por Mário Flávio

 45391_709130189102555_601529743_n

O ex-prefeito de Toritama, Flávio Lima (PSD), teve que ser escoltado pela Polícia Militar para poder sair da emissora de rádio à qual concedeu entrevista na sexta (19). Ele fez duras críticas ao atual prefeito, Odon Ferreira (PSB), e próximo ao prédio da emissora, várias pessoas revoltadas foram às ruas para vaiar e protestar ex-prefeito, que apontavam várias falhas na gestão anterior.

No contexto

Funcionários do Hospital Municipal cruzaram os braços para cobrar salário atrasado de novembro

Servidores invadem prefeitura para cobrar salários e 13º atrasados

Prefeito decreta estado de calamidade no município

Durante a entrevista, Flávio disse que a cidade não está sendo bem administrada. “‘A cidade está sem rumo, arrumei a casa e o atual gestor desarrumou”, criticou Flávio. Contudo, no início de 2013, o prefeito Odon Ferreira foi quem teve que decretar a existência de situação anormal, ou seja, de calamidade administrativa, com base em denúncias de ingerência municipal, referentes à gestão de Flávio Lima (PSD), de 2009 a 2012. Na cidade, a situação se agravou no fim do ano passado, depois da revolta de servidores municipais, que exigiam pagamento de salários atrasados.

Com informações de Wendell Galdino


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro